SÃO PAULO - Os principais índices dos EUA estenderam os ganhos nesta quinta-feira e fecharam em alta, guiados por indicadores e por notícias corporativas. A exceção ficou por conta do S & P-500, que encerrou com leve queda de 0,03%, aos 1.

165,83 pontos.

Já o índice Dow Jones fechou com avanço de 0,42%, aos 10.779,17 pontos. O Nasdaq, por sua vez, ficou quase estável, com alta de 0,09%, aos 2.391,28 pontos.

Os investidores deram atenção aos dados sobre os novos pedidos de seguro-desemprego nos Estados Unidos, que ficaram em 457 mil na semana terminada em 13 de março, um declínio de 5 mil requerimentos em relação à marca antecedente, de 462 mil, segundo as informações do Departamento do Trabalho.

No âmbito da inflação, a notícia foi positiva, com o índice de preços ao consumidor americano registrando variação nula em fevereiro, depois de acréscimo de 0,2% na abertura do ano.

No front externo, as negociações foram influenciadas pela afirmação do premiê grego George Papandreou, que repetiu que Atenas pode recorrer ao Fundo Monetário Internacional (FMI) se os europeus não concordarem em ajudar o país no encontro que acontece na próxima semana.

Com dados positivos, a gigante americana FedEx trouxe ânimo ao anunciar lucro líquido de US$ 239 milhões no terceiro trimestre fiscal, uma elevação de 146% em relação ao ganho apurado um ano antes, de US$ 97 milhões.

(Vanessa Dezem | Valor com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.