A Bolsa de Nova York terminou em alta nesta quinta-feira, sustentada por resultados de empresas melhores do que o esperado, apesar do anúncio de uma contração da economia americana no terceiro trimestre de 2008: o Dow Jones subiu 2,11%, e o Nasdaq, 2,49%.

Segundo números definitivos do fechamento, o Dow Jones Industrial Average (DJIA) ganhou 189,73 pontos, a 9.180,69 unidades, e o Nasdaq, de alto componente tecnológico, avançou 41,31 pontos, a 1.698,52 unidades.

O índice ampliado Standard & Poor's 500, por sua vez, fechou a +2,58% (ou 24,00 pontos), a 954,09 unidades.

"O mercado está tentando se acomodar, principalmente com o fim do mês amanhã (sexta-feira). Há alguma procura por ofertas, mas também vendedores querendo equilibrar seus portfólios", observou Mace Blicksilver, da Marblehead Asset Management.

"Não se pode tirar conclusões demais deste pregão. Será necessário esperar até segunda ou terça-feira, até o mês que vem, para saber so dinheiro vai fluir ou sair do mercado", estimou o analista.

Enquanto isso, Wall Street se sustenta por "sinais de melhoria no que se refere à massiva crise mundial do crédito, que deve reacender lentamente a confiança dos investidores", explicou Frederic Dickson, estrategista da D.A. Davidson.

Leia também

Para saber mais

Serviço 

Opinião



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.