SÃO PAULO - Wall Street fechou em alta nesta terça-feira, ainda sob a repercussão da aprovação da proposta de reforma do sistema de saúde nos EUA. Os investidores analisaram também dados do setor imobiliário.

Hoje o presidente Barack Obama assinou a histórica lei que reforma o sistema de saúde do país e vai garantir cobertura para 32 milhões de americanos sem seguros. As expectativas das companhias do setor com relação ao aumento da demanda estimularam as negociações.

O levantamento da Associação Nacional de Corretores de Imóveis dos EUA (NAR, na sigla em inglês) mostrou que a revenda de casas nos Estados Unidos caiu 0,6% em fevereiro, para uma taxa anual ajustada sazonalmente de 5,02 milhões de unidades. Um mês antes, a leitura obtida era de 5,05 milhões de moradias.

As ações das mineradoras também ganharam, depois que a brasileira Vale anunciou aos seus clientes no mundo todo um reajuste do preço do minério de ferro acima de 100%, conforme revelado hoje por matéria publicada pelo Valor .

Segundo a reportagem, a Vale enviou, este mês, documento comunicando a adoção de um novo sistema de preços. No passo da notícia, as ações da BHP Billiton subiram mais que 2%, enquanto as da Rio Tinto avançaram mais que 2,5%.

O índice Dow Jones encerrou operações com alta de 0,95%, aos 10.888,83 pontos. O S & P-500 subiu 0,72%, aos 1.174,17 pontos. O Nasdaq, por sua vez, ganhou 0,83%, aos 2.415,24 pontos.

(Vanessa Dezem | Valor com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.