Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Wall Street continua descendo, em meio à indefinição do plano de socorro

A Bolsa de Nova York fechou em baixa nesta terça-feira, no momento em que crescem as críticas dos congressistas americanos ao plano de socorro financeiro apresentado pelo governo de George W. Bush: Dow Jones perdeu 1,47% e Nasdaq, 1,18%.

AFP |

O Dow Jones Industrial Average (DJIA) caiu 161,52 pontos, a 10,854,17 unidades, e o índice Nasdaq, de alto componente tecnológico, perdeu 25,64 pontos, a 2.153,34.

O índice ampliado Standard & Poor's 500 recuou 18,87 pontos ou 1,56%, a 1.188,22 unidades.

Em mais um dia de baixa, os índices se mostraram muito instáveis na maior parte do tempo, antes de caírem no final do pregão, após a audiência de Ben Bernanke, presidente do Federal Reserve, e de Henry Paulson, secretário do Tesouro, no Comitê Bancário do Senado.

"Uma das preocupações do mercado é saber se o Congresso aprovará rapidamente o plano de socorro. A outra preocupação é sobre o mecanismo que utilizará para determinar o valor dos ativos com problemas", disse Al Goodman, do Wachovia.

Pouco antes do final do pregão, o presidente do Comitê Bancário do Senado, o democrata Chris Dodd, declarou que o plano em seu estado atual "não é aceitável", o que acelerou a queda dos índices.

De fato, Paulson e Bernanke não deram detalhes sobre as numerosas questões que envolvem o plano, confirmando simplesmente que os bancos estrangeiros que atuam nos Estados Unidos poderão se beneficiar com a medida.

"Cada empresa, cada estabelecimento bancário que faz negócios com os EUA e que tem relações com clientes americanos é importante. Todos são importantes para a manutenção de nossos mercados e para o fluxo de crédito", argumentou Paulson no Senado.

No mercado obrigatório, o rendimento dos bônus do Tesouro a 10 anos subiu a 3,841%, contra 3,826% na noite de segunda-feira. Os títulos a 30 anos chegaram a 4,434%, contra 4,407% na véspera.

mla/LR

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG