O rali nos mercados financeiros dos Estados Unidos impulsionou as bolsas asiáticas a altas espetaculares, após os maus resultados apresentados na véspera. Todos os mercados fecharam acima dos 4%, sendo que Hong Kong e Xangai atingiram históricas altas, superiores a 9,5%, também influenciados por fatores internos.

Na Bolsa de Hong Kong , o mercado ostentou uma vigorosa recuperação, atingindo seu maior ganho em oito meses, com o índice de referência repondo mais do que sua perda semanal devido a alta em Wall Street e as últimas medidas da China de ajuda ao mercado. O índice Hang Seng disparou 9,6% e fechou aos 19.327,72 pontos.

Todas as ações listadas nas Bolsas da China atingiram sua alta limite diária de 10%, após Pequim anunciar medidas de apoio ao mercado financeiro. O índice Xangai Composto interrompeu três pregões consecutivos de declínio e subiu 9,5%, encerrando aos 2.075,09 pontos. Já o Shenzhen Composto ganhou 8,9% e terminou aos 595,72 pontos. Yuan - A cautela dos investidores, em meio às incertezas sobre o vai-e-vem das financeiras globais, fez o yuan fechar em ligeira desvalorização em relação ao dólar. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,8350 yuans, de 6,8340 yuans do fechamento de ontem.

Já a Bolsa de Taipé , em Taiwan, teve o maior rali em mais de 17 anos, também influenciada pela decisão do governo local de injetar US$ 15,5 bilhões no mercado financeiro. Com moderado volume de negociações, o índice Taiwan Weighted ganhou 5,82% e encerrou aos 5.970,38 pontos. Na Bolsa de Seul , na Coréia do Sul, o índice Kospi teve alta de 4,6% e fechou aos 1.455,78 pontos. A Bolsa de Manila , nas Filipinas, registrou sua maior alta em mais de um ano. O índice PSE Composto avançou 4,7% e encerrou aos 2.462,79 pontos. O índice S&P/ASX 200 da Bolsa de Sydney , na Austrália, ganhou 4,3% e fechou aos 4.804,1 pontos.

A Bolsa de Cingapura ficou acima dos 2.500 pontos pela primeira vez esta semana, seguindo os ganhos em Wall Street. O índice Straits Times subiu 5,8% e fechou aos 2.559,07 pontos. O mercado indonésio teve forte alta, impulsionado pela estabilidade da moeda (rupia) e pelo rali em Wall Street. O índice composto da Bolsa de Jacarta teve o ganho recorde de 2008, ao subir 5,8% e fechar aos 1.891,73 pontos. Na Tailândia, o índice SET da Bolsa de Bangcoc subiu 3,6% e fechou aos 621,77 pontos, com ações de energia e bancos puxando a alta. O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur , na Malásia, subiu 3,4% e fechou aos 1.025,70 pontos, impulsionada por compras de papéis com preços baratos por fundos administrados pelo governos e instituições locais. As informações são da Dow Jones

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.