Tamanho do texto

Nova York, 12 dez (EFE).- O índice Dow Jones abriu em baixa de 2,5%, depois que o plano de resgate para o setor automotivo nos Estados Unidos fracassou no Senado, ao não superar a oposição de alguns republicanos.

O índice caiu 214,65 pontos, para 8.350,44.

O mercado Nasdaq caiu 27,67 pontos (1,84%), para 1.480,21, e o seletivo S&P 500 apresentava baixa de 22,15 pontos (2,55%), aos 851,44.

Os investidores temiam desde ontem que o plano de resgate para os maiores fabricantes de automóveis americanos fracassasse, o que provocou fortes quedas nos principais mercados asiáticos e retrocessos também nas bolsas européias.

O plano, pactuado entre a Casa Branca e os legisladores democratas e que facilitaria empréstimos a curto prazo para Ford e especialmente para General Motors e Chrysler, que atravessam um difícil situação financeira, não conseguiu no entanto vencer a ferrenha oposição de alguns republicanos.

Com isso, as ações da General Motors lideravam as quedas entre as 30 empresas que integram o índice Dow Jones Industrial ao cair 15% minutos depois do começo do pregão, para US$ 3,50.

Os títulos da Ford caíram 2,41%, para US$ 2,83.

No âmbito macroeconômico também foi conhecido hoje que as vendas do comércio no varejo caíram 1,8% em novembro, o que representa a quinta queda mensal consecutiva, segundo dados do Departamento de Comércio.

As ações de Bank of America caíram 3% e eram negociadas a US$ 14,46, após anunciar na quinta-feira após o fechamento dos mercados que prevê eliminar entre 30.000 e 35.000 empregos ao longo dos próximos três anos, à medida que digere a compra do banco Merrill Lynch.

Os bônus de dívida pública a dez anos registravam hoje pouca variação no preço e seu rendimento se mantinha em 2,6%. EFE vm/ma