Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Wall Street abre em alta após melhora de ações de empresas hipotecárias

Nova York, 14 jul (EFE).- A Bolsa de Nova York abriu hoje em alta de 0,76% no índice Dow Jones Industrial após os grandes aumentos registrados pelas ações das empresas hipotecárias Freddie Mac e Fannie Mae, que começaram a gerar mais confiança ao serem apoiadas pelo Governo.

EFE |

A decisão de Washington de tomar medidas para resgatar da insolvência as maiores empresas hipotecárias americanas, que terminaram a semana passada em situação de queda livre na Bolsa, ajudou hoje a sua recuperação.

Após o início de atividade da bolsa no pregão nova-iorquino, o Dow Jones Industrial, o indicador mais importante de Nova York, subia 84,11 pontos (0,76%), para 11.184,65.

Já o Nasdaq, no qual cota grande parte das empresas de tecnologia e internet, avançava 11,58 pontos (0,52%), para 2.250,66, após o aumento das ações da Apple (2,97%) e da Microsoft (1,47%), entre outros papéis.

Além disso, o seletivo S&P 500, que mede o rendimento das 500 principais empresas que cotam na Bolsa de Nova York, subia 8,49 pontos (0,68%), para 1.247,98, enquanto o NYSE, que inclui todos os valores que cotam em Nova York, subia 49,58 pontos (0,59%), para 8.396,82.

Os títulos de Freddie Mac subiam após a abertura 17,16% até US$ 9,08 e os da Fannie Mae 24,98%, para US$ 12,81.

O Departamento do Tesouro dos EUA e o Federal Reserve (Fed, banco central americano) anunciaram no último domingo que lhes forneceriam fundos e créditos caso fosse necessário para que não caiam em insolvência.

As ações destas duas empresas, consideradas pilares financeiros do mercado imobiliário americano, desabaram na semana passada em bolsa por causa da preocupação dos investidores por causa de sua saúde financeira.

As ações da cervejaria Anheuser-Busch subiam 1,5%, para US$ 67,5, após chegar a um acordo com a InBev para ser adquirida por US$ 52 bilhões.

No mercado secundário da dívida, as obrigações para dez anos subiam e ofereciam uma rentabilidade, que se movimenta em sentido contrário, de 3,94%, em comparação ao 3,95% do fechamento da última sexta. EFE bj/fal

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG