Por Ryan Vlastelica

NOVA YORK (Reuters) - Ações do setor financeiro se desvalorizaram nesta sexta-feira, pondo fim aos seis dias seguidos de ganhos de Wall Street. Investidores venderam papéis após acusações de fraude contra o Goldman Sachs e resultados trimestrais decepcionantes.

Por Ryan Vlastelica

NOVA YORK (Reuters) - Ações do setor financeiro se desvalorizaram nesta sexta-feira, pondo fim aos seis dias seguidos de ganhos de Wall Street. Investidores venderam papéis após acusações de fraude contra o Goldman Sachs e resultados trimestrais decepcionantes.

O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, recuou 1,13 por cento, para 11.018 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq caiu 1,37 por cento, para 2.481 pontos. O Standard & Poor's 500 perdeu 1,61 por cento, para 1.192 pontos.

Foi a queda mais forte do mercado em quase dois meses, apagando parte dos ganhos de um forte rali, com investidores à espera de mais balanços corporativos na próxima semana.

As ações do Goldman cederam 13 por cento, na pior baixa desde janeiro de 2009 e em meio à transação de mais de 100 milhões de papéis, após a Securities and Exchange Commission (SEC, órgão que regula o mercado de capitais nos EUA) acusar o banco de fraude em operações com hipotecas ligadas a subprimes.

"Vai levar um tempo para os mercados digerirem isso, uma vez que os investidores entendem o que isso pode significar para o Goldman e caso outros bancos possam sofrer algo similar", disse Tom Lydon, presidente da Global Investment Trends, em Newport Beach, Califórnia.

As ações financeiras em todo o mundo recuaram por conta da notícia, e investidores ficaram preocupados com uma potencial sanção sobre outras companhias. O rival Morgan Stanley perdeu 4,7 por cento.

Os dois bancos reportam seus resultados na próxima semana.

Após um rali que durou seis semanas consecutivas, as ações cederam depois que Google, Bank of America e GE divulgaram balanços que não corresponderam às elevadas expectativas.

O banco reportou resultados acima do esperado, mas afirmou que a demanda por empréstimos está baixa, enquanto a receita da GE foi classificada como fraca.

As units do BofA caíram 5,5 por cento, maior queda percentual do Dow Jones, enquanto as da GE, outra componente do Dow, cederam 2,7 por cento.

No caso do Google, cujos papéis tiveram queda de 7,6 por cento, os agentes esperavam um balanço mais robusto, apesar do salto de 23 por cento na receita trimestral da empresa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.