SÃO PAULO, 27 de abril (Reuters) - A Votorantim anunciou nesta terça-feira que vai investir 2,5 bilhões de reais na construção de 8 fábricas de cimento em sete Estados do país, com o objetivo de se antecipar à crescente demanda por materiais básicos de construção.

Com o anúncio, a Votorantim Cimentos consolida 5 bilhões de reais em investimentos em 22 novas fábricas entre 2007 a 2013.

SÃO PAULO, 27 de abril (Reuters) - A Votorantim anunciou nesta terça-feira que vai investir 2,5 bilhões de reais na construção de 8 fábricas de cimento em sete Estados do país, com o objetivo de se antecipar à crescente demanda por materiais básicos de construção.

Com o anúncio, a Votorantim Cimentos consolida 5 bilhões de reais em investimentos em 22 novas fábricas entre 2007 a 2013.

Segundo a empresa, das 22 unidades, nove já estão em operação e cinco em construção, enquanto as oito restantes estão em fase de projeto.

Os investimentos nas novas unidades incluem fábricas no Paraná, Bahia, Ceará, Maranhão, Goiás, Mato Grosso e Pará, sendo duas neste último Estado.

Segundo dados mais recentes do Sindicato Nacional da Indústria do Cimento (Snic), de 2008, a Votorantim é líder nacional de produção, com volume de 21,3 milhões de toneladas.

No início do mês passado, a Companhia Siderúrgica Nacional, anunciou que vai multiplicar por cinco sua capacidade de produção de cimento até 2014, para 5 milhões de toneladas por ano, após fracassar na tentativa de comprar a cimenteira portuguesa Cimpor, terceira maior produtora do país.

A CSN vai construir três fábricas de 1 milhão de toneladas cada nas regiões Nordeste, Centro-Oeste e Sul, em investimentos de até 600 milhões de dólares, e duplicar a capacidade em Volta Redonda (RJ) para 2 milhões de toneladas anuais.

A decisão da CSN ocorreu depois que Votorantim e Camargo Corrêa compraram participações na Cimpor.

(Por Cesar Bianconi; Edição de Alberto Alerigi Jr.)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.