Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Volume de negócios do Brasil com o Reino Unido dobrará em cinco anos, prevê ministro

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, anunciou nesta segunda-feira, durante a terceira reunião do Comitê Econômico e de Comércio Conjunto (Jetco, na sigla em inglês), em São Paulo, que dobrará o volume de negócios com o Reino Unido em cinco anos. Segundo ele, as transações comerciais entre as duas nações são de cerca de US$ 5,2 bilhões.

Agência Brasil |

Conforme Miguel Jorge, o acordo com a Inglaterra faz parte de uma estratégia para aumentar as exportações brasileiras. Nosso plano não envolve apenas o Reino Unido e sim diversos países. Queremos estimular as relações do Brasil com o comércio exterior, afirma Jorge.

Para dar continuidade ao programa com a Inglaterra, o ministro pretende quebrar barreiras burocráticas que prejudicam a exportação. Nossas exportações têm crescido 20% constantemente, mas a idéia é aumentar ainda mais este percentual.

De acordo com o ministro do Desenvolvimento, o Brasil tem um leque amplo de exportação que vai além dos produtos manufaturados. Queremos incrementar o setor de serviços, que representa 75% do PIB do Reino Unido, esclarece.

O ministro de Estado britânico para Negócios, John Hutton, pontua que o Reino Unido, cada vez mais, quer fazer negócios com o Brasil. É uma das maiores economias do mundo, o país está crescendo e cheio de oportunidades.

Nos últimos dez meses, a imprensa britânica tem publicado reportagens positivas sobre a economia brasileira. Para atrair empresários do Reino Unido para o país, o governo britânico, por meio da secretaria de Negócios e Investimentos, editou um Guia de Negócios no Brasil  para estimular a troca de informações entre os empresários britânicos e brasileiros: a idéia é mostrar as oportunidades a serem exploradas no país.

 

Leia tudo sobre: negócios

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG