Tamanho do texto

São Paulo, 1 - O Brasil exportou em março 451,9 mil toneladas de milho, 39,8% menos que em fevereiro, quando os embarques somaram 750,8 mil toneladas. Os dados foram divulgados hoje pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

É a terceira queda consecutiva nas exportações brasileiras do cereal. Em janeiro, os embarques haviam atingido 1,328 milhão de toneladas, volume levemente inferior às 1,366 milhão de t em dezembro. Por conta desse aquecimento das vendas na virada do ano, havia uma expectativa de que o milho brasileiro voltaria a ganhar mercado no exterior - em 2007 o Brasil exportou 10,9 milhões de toneladas de milho, um recorde -, mas isso não aconteceu.

Na comparação com março de 2008 também houve queda no volume de milho embarcado. Em março do ano passado as exportações do cereal totalizaram 655,1 mil toneladas. No acumulado deste ano, no entanto, as exportações superam o volume embarcado no primeiro trimestre de 2008. São 2,530 milhões de toneladas contra 1,376 milhão de toneladas nos três meses do ano passado.

Em março, o preço médio do milho exportado foi de US$ 169 a tonelada contra US$ 168 a tonalada em fevereiro e US$ 205,9 a tonelada em março de 2008. A receita obtida com as exportações de milho no mês de março foi de US$ 76,4 milhões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.