São Paulo, 2 - As exportações brasileiras de algodão somaram 44,2 mil toneladas em fevereiro, um aumento de 20,82% ante 36,6 mil embarcados no mesmo mês de 2008. Entretanto, o volume exportado recuou 4,21% na comparação com janeiro de 2009, quando os embarques somaram 46,2 mil toneladas.

Os dados foram divulgados hoje pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

A receita com as exportações em fevereiro atingiu US$ 58,5 milhões, queda 2,68% ante os US$ 60,1 milhões registrados em janeiro. Na comparação com fevereiro de 2008, quando a receita ficou em US$ 45,9 milhões, o faturamento do setor cresceu 27,38%.

A média das exportações nos 18 dias úteis de fevereiro foi de 2,5 mil toneladas de algodão, contra 2,4 mil toneladas embarcadas em 19 dias úteis do mesmo mês do ano passado. Em janeiro, mês que teve 21 dias úteis, a média diária ficou em 2,5 mil toneladas.

Café

A exportação brasileira de café em fevereiro alcançou 2,287 milhões de sacas de 60 quilos. O resultado representa elevação de 12,7% em relação ao mesmo mês de 2008, quando os embarques totalizaram 2,029 milhões de sacas, informou o MDIC.

Quando a comparação é feita com janeiro deste ano (2,088 milhões de sacas), o volume exportado de fevereiro mostra-se 9,5% maior. Com relação à receita cambial, a exportação do grão garantiu recursos da ordem de US$ 302,6 milhões em fevereiro. O desempenho é 5,3% inferior ao do mesmo mês do ano passado (US$ 319,4 milhões), mas corresponde a um crescimento de 7,9% ante janeiro de 2009 (US$ 280,4 milhões).

Soja

O volume da exportação brasileira de soja em grão cresceu 62,2% em fevereiro, em relação ao mesmo mês do ano passado. Foram embarcadas 689,5 mil toneladas, ante 425,1 mil toneladas em fevereiro de 2008. Segundo o MDIC, na comparação com janeiro deste ano, quando foram exportadas 614,5 mil toneladas, o volume de fevereiro foi 12,2% maior.

O levantamento preliminar mostra que a receita cambial com exportação de soja em grão no mês passado foi de US$ 264,4 milhões. O desempenho é 42% maior do que no mesmo mês de 2008 (US$ 186,2 milhões) e 4,5% superior ao de janeiro passado (US$ 253 milhões).

Quanto aos resultados dos embarques de farelo de soja, o relatório do governo revela que o volume embarcado no mês passado foi de 567 mil toneladas, representando queda de 14,4% sobre o mesmo mês de 2008 (662,3 mil toneladas) e diminuição de 39,5% ante janeiro/09 (937 mil toneladas).

A receita cambial com exportação de farelo de soja alcançou US$ 187,7 milhões em fevereiro. O desempenho corresponde a uma queda de 18,3% ante fevereiro/08 (US$ 229,9 milhões) e retração de 37,33% ante janeiro/09 (US$ 299,5 milhões).

Já a exportação de óleo de soja registrou embarque de 42,7 mil t em fevereiro passado. Os números do MDIC mostram que o resultado corresponde a uma queda de 62,7% sobre o mesmo mês de 2008 (114,5 mil toneladas) e recuo de 49,5% ante janeiro/09 (84,6 mil toneladas).

Em termos de receita, a exportação de óleo de soja no mês passado foi de US$ 31,2 milhões. Quando comparado com fevereiro de 2008 (US$ 121,3 milhões), a queda é de 74,3%, mas recua para 46,2% ante janeiro/09 (US$ 58 milhões).

Milho

Os embarques de milho brasileiro para o exterior em fevereiro aumentaram 127% em volume na comparação com o mesmo mês do ano passado. Foram exportadas 750,8 mil toneladas no período ante 392,7 mil toneladas em fevereiro de 2008. Entretanto, na comparação com janeiro de 2009, quando as vendas externas somaram 1,328 milhão de toneladas, houve uma queda de 43,4%.

De acordo com o MDIC, em fevereiro, o preço médio do produto embarcado foi de US$ 168 a tonelada, ante US$ 176,5 por tonelada em janeiro e US$ 238 em fevereiro de 2008. As exportações de milho geraram uma receita de US$ 126,2 milhões no mês, queda de 46,2% ante US$ 234,4 milhões no primeiro mês de 2009. No mesmo mês de 2008, a receita era de US$ 329,7 milhões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.