A Volkswagen do Brasil confirmou hoje, por meio da sua assessoria de imprensa, a adesão de 350 funcionários da montadora a um Programa de Demissão Voluntária (PDV) para doentes ocupacionais. Segundo a companhia, o acordo foi negociado com o sindicato em 2006.

A montadora explica que, para se enquadrar ao programa, os funcionários tiveram que provar sua condição de saúde junto ao INSS. O prazo para a comprovação se encerrou no último dia 19 de dezembro. Do total de funcionários que aderiram ao programa, 250 trabalham na fábrica da Anchieta, em São Bernardo do Campo, e outros 100 na unidade de Taubaté, no interior de São Paulo.

O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC confirmou a informação, explicando que o programa já estava previsto na convenção coletiva assinada com a empresa, em 2006. A avaliação da entidade é de que o acordo é benéfico para os trabalhadores com idade próxima da aposentadoria.

Leia também:

Leia mais sobre desemprego

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.