A Vivo informou há pouco que obteve empréstimo de R$ 389 milhões com o Banco do Nordeste do Brasil (BNB) para expandir e implantar sua rede de telefonia celular na região Nordeste. A linha tem prazo de oito anos, dos quais dois de carência e custo de até 10% ao ano, com bônus de adimplência que irá variar de 15% a 25%.

O empréstimo será garantido por fiança bancária de banco de primeira linha, um fundo de liquidez em conta reserva e a fiança da companhia. Os recursos oferecidos pelo BNB são do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE-Proinfra).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.