Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Vivo apóia criação de agenda conjunta para estimular setor de teles

O presidente da Vivo, Roberto Lima, disse concordar 100% com seu colega da TIM, Mário César Pereira de Araújo, de que é necessário criar uma agenda comum para estimular o setor de telecomunicações. Estamos fazendo um esforço grande com associações representativas do setor para avançar nas propostas e fazer das telecomunicações um vetor de desenvolvimento da economia nacional, afirmou o executivo há pouco, durante a Futurecom 2008.

Agência Estado |

Segundo ele, as teles precisarão de pesados investimentos para levar a internet rápida a áreas populacionais remotas e com baixo poder aquisitivo. Para que as operadoras não tenham perdas financeiras ao estender a cobertura para áreas menos viáveis economicamente, segundo Lima, será necessário contar com o apoio do governo.

"Cabe ao setor se organizar e fazer seu pleito ao governo. A tributação em banda larga, por exemplo, não representa, hoje, grande fonte de arrecadação porque a cobertura ainda é limitada. Então o governo poderia criar incentivos tributários nesta área", sugeriu, dizendo que o barateamento dos serviços com a redução da carga tributária incentivaria o ingresso de novos assinantes e, portanto, aumentaria o número de contribuintes ao fisco.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG