SÃO PAULO (Reuters) - A Visanet protocolou nesta segunda-feira na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) um pedido de registro para realizar uma oferta pública secundária de ações. A operação será coordenada pelo Banco Bradesco de Investimentos (BBI). Criada em 1995 sob o nome de Companhia Brasileira de Meios de Pagamento, a Visanet opera uma rede de pagamentos eletrônicos processando transações de cartões de crédito, débito e vales. A empresa tem entre seus principais acionistas, além do próprio Bradesco, o Banco do Brasil e o ABN Amro Real, hoje Santander. A companhia tem mais de 1 milhão de estabelecimentos credenciados no país.

A intenção dos sócios de abrir o capital da companhia tem sido manifestada desde agosto do ano passado, um mês depois após sua maior concorrente, a Redecard, ter chegado à Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) com uma emissão inicial que levantou 4,6 bilhões de reais.

Nesta segunda-feira, as ações ordinárias da Redecard passaram a compor o Ibovespa, índice da bolsa paulista que reúne as 66 ações com maior liquidez no mercado doméstico.

(Reportagem de Aluísio Alves)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.