Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Vicunha perde R$ 70 milhões com operações de derivativos

A Vicunha Têxtil informou ontem, em nota, que a soma de seu prejuízo com operações de derivativos cambiais é de R$ 70 milhões. Foram realizadas operações com os bancos Citibank, ItaúBBA, UBS Pactual, Barclays e Merrill Lynch.

Agência Estado |

A empresa não reconhece, porém, uma dívida cobrada pelo Merrill Lynch no valor de R$ 232,5 milhões. A Vicunha entrou na Justiça para impedir o banco de cobrar essa dívida, mas o processo foi extinto no mesmo dia. Como prevê o contrato, a disputa será decidida pela câmara de arbitragem do Ciesp.

Segundo a Vicunha, as operações com o Merrill Lynch foram liquidadas com ajustes zerados entre as partes em 12 de setembro. Essa informação já estava em uma ata de reunião do conselho da Vicunha, de 15 de setembro. A empresa começou a realizar operações de derivativos com o Merrill Lynch em 2007.

As operações eram revisadas mês a mês e foram roladas até setembro, quando houve a forte desvalorização do real. Pelas regras do contrato, a cada rolagem as posições eram zeradas e um eventual passivo era transferido para o novo contrato, assinado simultaneamente. É o que teria ocorrido em 12 de setembro, segundo a avaliação do banco, embora hoje a Vicunha não reconheça a existência do novo contrato - apenas a parte em que o passivo é zerado.

De acordo com o processo, o banco só tomou conhecimento da ata no final de outubro e, como a empresa estava negando a existência do contrato, decidiu rompê-lo unilateralmente, liquidando as operações ao câmbio do dia 27 de outubro.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG