FRANKFURT (Reuters) - A economia global enfrenta seu teste mais difícil em anos, com o crescimento desacelerando fortemente e as commodities pressionando a inflação, disse o primeiro vice-diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI) nesta terça-feira. John Lipksy acrescentou que os obstáculos nos mercados financeiros continuam significativos mais de um ano após o início da crise hipotecária dos Estados Unidos, prejudicando o crescimento e os bancos.

'Em meio às restrições financeiras e saltos dramáticos nos preços das commodities, a economia global é confrontada com a mais difícil série de circunstâncias em anos', afirmou ele em comentários preparados para uma conferência.

'As economias avançadas, em geral, enfrentam um crescimento abaixo do potencial, à medida em que lutam com as restrições impostas pela crise financeira que começou há um ano, assim como contra os altos preços do petróleo e a demanda externa mais fraca.'

(Por Krista Hughes)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.