São Paulo, 11 - Os setores de Legumes e Verduras registraram quedas acentuadas de 11,25% e 15,67%, respectivamente, o que favoreceu o expressivo recuo de 4,9% no ¿?ndice Ceagesp do mês de abril. O índice, que mede a variação dos preços no atacado dos principais produtos comercializados na Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais do Estado de São Paulo (Ceagesp), acumula alta de 6,99% este ano e de 8,11% nos últimos 12 meses.

São Paulo, 11 - Os setores de Legumes e Verduras registraram quedas acentuadas de 11,25% e 15,67%, respectivamente, o que favoreceu o expressivo recuo de 4,9% no ¿?ndice Ceagesp do mês de abril. O índice, que mede a variação dos preços no atacado dos principais produtos comercializados na Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais do Estado de São Paulo (Ceagesp), acumula alta de 6,99% este ano e de 8,11% nos últimos 12 meses. Conforme comunicado da Ceagesp, após consecutivas altas dos preços no primeiro trimestre, a tendência é que haja mais quedas para os próximos meses, principalmente dos produtos em safra, uma vez que a condição climática é favorável para produção. Produtos como salsa (-48,50%), repolho (-23,57%), escarola (-23,16%) e alface crespa (-13,55%) empurraram ainda mais para baixo o valor das hortaliças. Apenas o milho verde registrou elevação de 19,89%. Já no setor de Legumes, os produtos que lideraram a queda foram chuchu (-47,71%), tomate (-25,33%), ervilha torta (25,91%) e beterraba (-10,24%). As principais altas de preço foram registradas para quiabo (38,51%), abobrinha italiana (18,69%) e pepino japonês (25,72%). O setor de Frutas também registrou recuo: -3,26%. Quedas consideráveis foram observadas para maracujá azedo (-23,28%), melancia (-21,47%), laranja pêra (-15,45%), laranja lima (-32,97%) e manga tommy (-11,03%). As altas mais expressivas no setor foram do abacaxi pérola (23,51%), da banana nanica (10,81%), do figo (27,37%) e do caju (18,04%). <b>Pescado</b> Outro setor a apresentar uma ligeira baixa nos preços foi o do pescado, com -3,23%. A queda no setor se concentraram no atum (-40%), corvina (-6,85%), tainha (-7,30%) e camarão ferro (-12,76%). A elevação ficou por conta das anchovas (18,66%), do badejo (8,02%) e da cavalinha (15,71%). O setor de Diversos foi o único a registrar alta acentuada, com 13,7%, impulsionado pelo aumento do preço da batata comum (47,72%). O setor, porém, também teve baixa nos preços dos ovos (-7,14%), coco seco (-3,02%) e amendoim (-1,90%). O índice Ceagesp é divulgado mensalmente e os itens da cesta do indicador foram escolhidos pela importância dentro de cada setor e ponderados de acordo com a sua representatividade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.