Genebra, 30 jul (EFE).- A Venezuela rejeitou hoje que o já estipulado no processo de negociação da Rodada do Desenvolvimento de Doha se mantenha como base para continuar as conversas.

"Qualquer resultado produto das participações em pequenos grupos de países ou de seu esforço para encaminhar uma conclusão da rodada, como foi o denominado 'pacote', não podem nem deverão representar a base para as discussões futuras", disse o ministro de Indústria e Comércio da Venezuela, William Antonio Contreras.

O ministro venezuelano fez estas declarações no Comitê de Negociações Comerciais da Organização Mundial do Comércio (OMC), um dia depois do fracasso das negociações para desbloquear a Rodada de Doha.

Contreras considera que o estipulado não pode ser levado em conta, "por não haver contado com a participação e aprovação de todos os membros, nem por refletir integralmente os interesses dos países em desenvolvimento". EFE mh/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.