Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Venezuela reitera necessidade de corte na produção de petróleo

Cairo, 29 nov (EFE).- O ministro do Petróleo da Venezuela, Rafael Ramírez, destacou hoje que o mercado precisa de estabilidade e insistiu na importância de uma nova redução de um milhão de barris de petróleo antes do final do ano.

EFE |

Ramírez se pronunciou dessa forma após participar da reunião que os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) mantiveram na capital egípcia, um encontro meramente consultivo em que não foram adotadas decisões.

O ministro afirmou que US$ 75 por barril é um bom preço, uma opinião que foi compartilhada com outros participantes, embora tenha reiterado que o mais importante agora é a estabilidade.

Fora isso, o ministro, como manifestou no mês passado, considerou ser necessário cortar a produção em um milhão de barris ainda antes do final do ano.

A proposta poderá ser debatida no próximo dia 17 de dezembro em Oran, na Argélia, onde se reunirão novamente os membros da Opep para, segundo Ramírez, "voltar a estudar a situação e, talvez, tomar uma decisão".

Sobre o encontro de hoje no Cairo, o ministro venezuelano destacou, em declarações à imprensa, que foi uma reunião positiva, embora tenha dito que só teve caráter consultivo.

"Vamos ver o que acontece na Argélia com a situação do mercado", afirmou Ramírez. EFE ju/rr

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG