Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Venezuela confirma aliança com a Rússia e presença em reunião da Opep

Caracas, 23 nov (EFE).- O ministro de Energia e Petróleo venezuelano, Rafael Ramírez, confirmou hoje que o Governo do presidente Hugo Chávez assinará com a Rússia uma aliança estratégica para desenvolver toda a indústria petrolífera do país sul-americano.

EFE |

"Será uma aliança estratégica entre (a estatal Petróleos de Venezuela S.A.) PDVSA e um consórcio petroleiro onde estarão todas as empresas russas, estatais e privadas, um grande conglomerado industrial não só para a produção, mas para todo o tema do processamento e industrialização", disse aos jornalistas.

O acordo será assinado durante a visita de poucas horas que o presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, fará na próxima quarta-feira a Caracas, disse Ramírez, que também destacou a política "de maior cooperação" de Moscou com a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

Sobre a reunião ministerial da Opep prevista em Oran (Argélia) em 17 de dezembro, disse que "é muito importante" que adote resoluções para conter a queda dos preços do petróleo registrada nas últimas semanas.

Chávez anunciou que assinará também com o presidente russo um acordo de cooperação bilateral em energia nuclear com fins pacíficos, entre vários outros.

"Energia atômica com tecnologia russa para a Venezuela. Vamos ter reatores atômicos. Logo nos acusarão de que estamos fazendo cem bombas atômicas", mas, na realidade, trata-se de desenvolver a energia atômica com fins pacíficos, disse, nos últimos dias. EFE ar/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG