A Venezuela comprará do Brasil 90 mil toneladas de ferro fundido entre março e maio próximos, informou nesta sexta-feira a imprensa nacional, que disse que o material será usado nos setores petrolífero e da construção.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237561361636&_c_=MiGComponente_C

Nesta sexta, à edição do jornal "El Universal", o ministro de Indústrias Básicas da Venezuela, Rodolfo Sanz, disse que as 90 mil toneladas serão compradas do Grupo Gerdau, na forma de tijolos.

Sanz acrescentou que também serão encomendadas "lâminas para a produção de folhas-de-flandres". Mas, em relação a essa compra, ele não especificou qual seria a quantidade nem o fornecedor.

O ministro fez o anúncio das compras ao passar em revista sua gestão em 2009 diante da Assembleia Nacional (AN, Parlamento).

Ele explicou aos parlamentares que as importações são necessárias porque, em virtude da crise de energia no país, as indústrias básicas nacionais operam "a 45%" de sua capacidade.

Leia mais sobre: Venezuela

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.