Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Vendas voltam a ganhar força e Bovespa cai 1,45%

SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) ruma para fechamento em território negativo nesta quinta-feira, devolvendo, assim, parte dos ganhos acumulados nas últimas quatro sessões. Por volta das 17h10, o Ibovespa caía 1,45%, para 39.

Valor Online |

643 pontos, com giro financeiro em R$ 2,33 bilhões.

Contribuindo para as vendas, o cenário externo é negativo, com os investidores deixando de lado expectativas de melhora e voltando o foco para a economia real, que continua sinalizando forte retração. Em Wall Street, o Dow Jones caía 2,29%, enquanto o Nasdaq se desvalorizava 2,91%.

A venda de imóveis novos caiu 14,7% em dezembro, para 331 mil unidades na taxa anualizada, pior resultado desde 1963. As indústrias receberam 2,6% menos encomendas por bens duráveis e 588 mil norte-americanos foram até um escritório do governo para receber seu seguro-desemprego na semana passada.

Dentro do Ibovespa, Vale PNA liderava as vendas recuando 2,62%, para R$ 28,60. Petrobras PN perdia 0,59%, a R$ 25,05. Os bancos seguem em baixa. Bradesco PN apontava queda de 3,08%, a R$ 21,03, Itaú PN se desvalorizava 3,59%, a R$ 23,60, e Banco do Brasil ON diminuía 3,80%, a R$ 14,15.

Em direção contrária, Usiminas PNA ganhava 1,03%, a R$ 29,38. Hoje, a Nippon Steel elevou sua participação na companhia em 5,9% comprando ações que estavam em poder da Vale. A japonesa detém agora 29,2% da empresa. Ainda no setor, Gerdau PN devolveu os ganhos da manhã e perdia 1,10%, a R$ 15,19, com o terceiro maior volume do pregão.

Nos extremos, Usiminas ON ganhava 4,40%, a R$ 27,25, enquanto América Latina Logística unit perdia 4,40%, a R$ 8,69.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG