SÃO PAULO - O mercado de câmbio continua à parte da instabilidade que pauta as bolsas. Desde a abertura do pregão, as ordens de venda são maioria nas mesas de operação.

Por volta das 15h10, o dólar comercial apresentava baixa de 1,06%, a R$ 1,770 na compra e R$ 1,772 na venda, pregão não observado em mais de um mês. Na semana, o divida acumula queda de 2,42%. No mercado futuro, as vendas são menos acentuadas e o dólar com vencimento em julho, negociado na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), apontava desvalorização de 0,50%, a R$ 1,777. No câmbio externo, o euro perde para o dólar, mas a linha de US$ 1,23 é respeitada. Já nas bolsas, os ganhos são tímidos. Por aqui, o Ibovespa mostra leve alta de 0,15%, depois de um passeio pelo terreno negativo. Já em Wall Street, o Dow Jones ganhava 0,05%. (Eduardo Campos | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.