SÃO PAULO - As vendas perdem força, mas a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) continua operando em território negativo, em linhas com os pares americanos e o preço das commodities. Por volta das 14h15, o Ibovespa marcava queda de 0,24%, aos 39.

414 pontos, com giro financeiro em R$ 2,21 bilhões.

Em Wall Street, o dia também é de negativo, com os agentes aproveitando para embolsar parte dos ganhos recentes. Há pouco, o Dow Jones cedia 0,68%, aos 7.345 pontos, o S & P 500 recuava 0,07%, a 777 pontos. Já o Nasdaq Composite subia 0,43% a 1.468 pontos, revertendo as perdas da manhã.

A atenção segue voltada para a reunião do Federal Reserve (Fed), banco central americano, que na tarde de hoje pode trazer novas medidas de estímulo monetário.

Pela manhã, os agentes receberam o Índice de Preços ao Consumidor (CPI, na sigla em inglês), que subiu 0,4% em fevereiro, contra previsão de alta de 0,3%. O núcleo do indicador, que exclui alimentos e energia aumentou 0,2%, também acima do esperado.

No front corporativo, destaque para as ações da Sun Microsystems, que disparam mais de 60% seguindo a publicação de notícias dando conta de que a IBM pretende comprar a empresa por US$ 6,5 bilhões.

O câmbio também reflete o ambiente instável, que favorece a montagem de posições defensivas em moeda americana. Há pouco, o dólar ganhava 0,74%, para R$ 2,302.

Dentro do Ibovespa, Petrobras PN liderava o volume negociado caindo 0,67%, para R$ 27,79, e Vale PNA declinava 1,84%, a R$ 26,55.

Perdas também entre as siderúrgicas. Usiminas PNA desvalorizava 1,33%, a R$ 22,99, e Gerdau PN recuava 0,98%, a R$ 11,09.

O destaque de alta segue com as ações do setor de papel e celulose, que desde ontem ganham valor em meio a relatórios de bancos locais e estrangeiros apontando melhora para o setor no segundo semestre do ano. Aracruz PNB aumentava 6,66%, para R$ 1,60. Ainda hoje, a empresa anunciou que adiou os planos de investimento na Veracel, joint-venture que tem a europeia Stora Enso, por um ano. VCP PN avançava 5,23%, a R$ 10,86, e Klabin PN tinha elevação de 2,90%, a R$ 2,83.

Recuperando as perdas da manhã, o papel ON da BM & FBovespa apontava alta de 0,72%, a R$ 6,92. A bolsa encerrou o quarto trimestre de 2008 com lucro líquido pro forma de R$ 202,4 milhões, montante 8,8% menor no comparativo anual.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.