SÃO PAULO - As vendas pendentes de moradias nos Estados Unidos caíram em janeiro, na comparação com dezembro, de acordo com a Associação Nacional de Corretores de Imóveis do país (NAR, na sigla em inglês). O indicador de vendas pendentes de casas, baseado nos contratos assinados em janeiro, caiu 7,6%, para 90,4 pontos, em relação à leitura de 97,8 em dezembro (número revisado). O número ficou acima da previsão do mercado financeiro, de estabilidade.

Em relação a janeiro de 2009, porém, o índice aponta um aumento de 12,3%.

Vale destacar que uma venda é listada como pendente quando o contrato foi assinado, mas a transação não foi fechada. Geralmente, uma venda é finalizada dentro de um mês ou dois meses após a assinatura do contrato. Esse indicador anunciado hoje serve como um termômetro do comportamento futuro do mercado imobiliário americano.

Para os analistas da NAR, o indicador relativo a fevereiro deve cair ainda mais, porque nesse mês os Estados Unidos foram atingidos por tempestades de neve, que desestimularam a procura por imóveis.

(Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.