Dado divulgado hoje pelo Departamento do Comércio americano ficou acima da estimativa dos analistas, que esperavam queda de 0,1%

As vendas no varejo dos Estados Unidos subiram 0,4% em abril, segundo o Departamento do Comércio do país. O dado ficou acima da estimativa dos analistas, que esperavam queda de 0,1%. Excluindo vendas de automóveis, as vendas no varejo também tiveram alta de 0,4%.

Parte da demanda, no entanto, pode ter sido estimulada pelo crédito fiscal oferecido pelo governo aos compradores de imóveis, que expirou no fim do mês passado.

As vendas de materiais de construção e itens de jardinagem tiveram os maiores ganhos em abril, de 6,9%, depois de terem subido 7,8% em março, presumivelmente por causa do programa de crédito fiscal.

Por outro lado, as vendas de vestuário caíram 1,0% em abril, com queda de 1,5% nas lojas de departamento. No segmento automotivo, as vendas de automóveis e autopeças subiram 0,5%, mesmo aumento visto nas vendas de postos de gasolina.

O dado sobre vendas no varejo de março foi revisado para mostrar aumento de 2,1%, acima do avanço de 1,9% estimado anteriormente. Naquele mês, as vendas no varejo cresceram no ritmo mais rápido deste ano.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.