Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Vendas no varejo e de loterias caem nos EUA, diz jornal

Washington, 26 dez (EFE).- As vendas no varejo nos Estados Unidos caíram drasticamente este mês, e as loterias mostram o impacto da recessão econômica que começou há um ano, informou hoje o diário The Wall Street Journal.

EFE |

"As reduções substanciais dos preços não salvaram a temporada de festas para o varejo, já que as vendas caíram na maioria das categorias da despesa dos consumidores", indicou o jornal.

O jornal citou um relatório da SpendingPulse, uma unidade da MasterCard que faz estudos da despesa dos consumidores, que mostra que as vendas em novembro foram 5,5% menores que no mesmo mês do ano anterior.

As vendas entre 1 e 24 de dezembro deste ano foram 8% menores que as do mesmo período de 2007, segundo esse relatório.

Mas há um fator maior nesta redução: a queda dos preços da gasolina são agora 40% inferiores às de um ano atrás.

Excluindo as vendas de gasolina, a queda das vendas no varejo foi de 2,5% em novembro, e de 4% nos 25 primeiros dias de dezembro, comparado aos números de um ano antes.

Entre 1 de novembro e 24 de dezembro, segundo o relatório da SpendingPulse, caíram 2% as vendas no varejo na internet; 14% as de calçado e as de roupas para homens; 20% as de móveis; 23% as de roupas para mulheres, e 27% as de artigos para o lar e equipamentos eletrônicos.

As vendas de artigos de luxo, que incluem as jóias, caíram 35%, em comparação às do período de 1º de novembro a 24 de dezembro de 2007.

"Esta passará para a história como uma das piores temporadas de vendas nas festas", disse ao jornal Mary Delk, diretora da firma de consultoria Deloitte.

"A depressão econômica chegou a uma fonte de financiamento para os Governos que sempre foi considerada à prova de recessão: a loteria", indicou outro artigo do "Wall Street Journal".

"Em todo os Estados Unidos, muitas loterias dão conta de diminuições substanciais das vendas, com uma queda de 10% na Califórnia e mais de 4% no Texas nos meses recentes", acrescentou.

"Nos anos de bonança, as loterias produziram mais de US$ 1 bilhão em cada estado para os programas de educação, que são os beneficiados mais comuns das loterias", segundo o jornal.

As vendas de loterias em todo o país caíram em cerca de US$ 215 milhões, quase 2%, de julho a setembro deste ano em comparação ao mesmo período do ano passado, segundo a revista "La Fleur's", especializada nesses tipos de jogos. EFE jab/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG