BERLIM - As vendas do varejo na Alemanha caíram inesperadamente em outubro, o que acabou com as esperanças dos gastos dos consumidores amenizarem os efeitos da acentuada desaceleração da demanda global por produtos alemães. As vendas recuaram 1,6% na comparação mensal, em termos reais, em outubro. Foi o segundo mês de queda consecutivo. Analistas esperavam um aumento de 0,5% para o período.

Na comparação com o mesmo período do ano passado, as vendas caíram 1,5% em outubro.

Ulrike Kastens, economista da Sal. Oppenheim, em Colônia, disse que outubro foi um mês muito ruim para os consumidores.

"A crise financeira está no seu pico, tivemos o anúncio de todos aqueles pacotes de ajuda, que derrubaram o humor dos consumidores e isso é um mau começo para o quatro trimestre", disse o economista.

Para saber mais

Serviço 

Opinião

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.