SÃO PAULO - As vendas mundiais de telefones celulares cresceram 11,8% no segundo trimestre deste ano, chegando a 305 milhões de unidades no total. Embora o cenário econômico tenha prejudicado as vendas tanto em mercados emergentes como desenvolvidos, a consultoria Gartner mantém uma expectativa positiva para o fechado do ano.

Os consumidores de mercados maduros continuaram preferindo aparelhos médios em detrimento dos mais avançados, enquanto nos mercados emergentes foram captados mais assinantes no trimestre, afirmou a diretora de Pesquisa de Celulares do Gartner, Carolina Milanesi.

Entretanto, as vendas para substituição de aparelhos continuaram fracas, à medida que os consumidores enfrentam preços mais altos para os combustíveis e para alimentos, além de altos níveis de inflação, acrescentou. Mesmo assim, a analista acredita que o mercado ainda fechará em terreno positivo, com um total de 1,28 bilhão de aparelhos comercializados entre janeiro e dezembro.

No segundo trimestre, a finlandesa Nokia se manteve na liderança absoluta do mercado, com 120,4 milhões de celulares vendidos. Isso elevou sua participação para 39,5%, contra 36,7% no mesmo período do ano passado.

A Samsung se consolida cada vez mais na vice-liderança do mercado, que tomou nos últimos meses da Motorola. A empresa sul-coreana fechou junho com 15,2% do mercado (ante 13,3% em 2007) e um total de 46,3 milhões de aparelhos vendidos. Já a norte-americana viu sua fatia do mercado cair de 14,5% no segundo trimestre do ano passado para 10% no deste ano, com vendas de 30,3 milhões de celulares.

Na América Latina, segundo o Gartner, as vendas de celulares atingiram a marca de 38,5 milhões de unidades entre abril e junho, 19% mais que em igual intervalo do ano passado. A performance desse trimestre ficou abaixo das expectativas principalmente por conta do forte crescimento no primeiro trimestre de 2008 e uma ligeira queda na demanda no segundo trimestre, gerando altos níveis de estoque, uma vez que os fabricantes acabaram por não materializar completamente suas vendas, afirmou o analista de Terminais Móveis do Gartner nos EUA, Tuong Nguyen.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.