Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Vendas ganham força e Bovespa cai mais de 1,5%

SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) firma posição em território negativo, mas apesar da queda ainda mantém os 42 mil pontos. Com Vale e siderúrgicas puxando as perdas, por volta das 17h20 o Ibovespa caía 1,55%, para 42.

Valor Online |

092 pontos. O giro financeiro somava R$ 3,66 bilhões. Na máxima, o índice testou os 43.441 pontos, o que representa valorização de 1,6%.

Depois de bater mais de R$ 33, a Vale PNA perdeu sustentação e, há pouco, o papel caía 3,26%, para R$ 31,42. Vale ON cedia 3,20%, a R$ 37,51.

Limitando as perdas, Petrobras PN resistia, com valorização de 1,21%, para R$ 27,43. E Petrobras ON tinha alta de 1,65%, a R$ 33,75.

Entre as siderúrgicas, Usiminas PNA recuava 2,99%, a R$ 31,05, e CSN ON caía 0,84%, negociada a R$ 39,89. Os bancos perdem valor, com exceção para o papel PN do Bradesco, que tinha leve alta de 0,08%, a R$ 22,65. Já a ação PN do Itaú mostrava queda de 1,33%, a R$ 25,80, e Banco do Brasil ON se desvalorizava 1,23%, para R$ 14,40.

Ainda na ponta vendedora, Redecard ON perdia 4,17%, a R$ 27,79, e Telemar ON recuava 4,11%, a R$ 33,52. Gafisa ON, B2W Varejo ON, Lojas Americanas PN, Bradespar PN e Perdigão ON e BM & FBovespa ON caíam mais de 3% cada.

Em Wall Street, o pregão também é instável e, há pouco, os índices voltaram a oscilar em território negativo. O Dow Jones apontava baixa de 0,53%, enquanto o Nasdaq caía 0,44%.

Os investidores mantêm certa cautela enquanto aguardam os acontecimentos da terça-feira, quando será anunciado o novo plano de resgate para o setor financeiro norte-americano e o senado dos EUA deve votar o plano de estímulo econômico.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG