Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Vendas do varejo paulistano crescem 2,1% em agosto, revela Fecomercio

SÃO PAULO - A Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio) apontou em agosto um crescimento de 2,1% na atividade varejista da região metropolitana de São Paulo, na comparação com o mesmo período do ano passado. Segundo a entidade, este foi o 29º aumento consecutivo nas vendas apurado na região.

Valor Online |

A alta acumulada entre janeiro e agosto de 2008 já chega a 4,8%, ante o mesmo período de 2007.

Na análise da entidade, a turbulência do cenário internacional ainda não contagiou as intenções de compra dos consumidores paulistanos, que continuam otimistas com a oferta de crédito e a recuperação da renda e do emprego. A expectativa é que esse quadro sofra mudanças no médio prazo. A magnitude do impacto da crise internacional sobre a atividade varejista em São Paulo, no entanto, ainda não é possível mensurar, afirma a Fecomercio.

A alta nas vendas vem sendo puxada pelo setor de Vestuário, Tecidos e Calçados. Em agosto, os estabelecimentos desse grupo registraram crescimento de 17%, acumulando alta de 23,4% no ano, sempre na comparação com igual período em 2007. Na contramão desta tendência, as lojas de Autopeças e Acessórios vêm puxando para baixo os resultados apurados pela Fecomercio, com queda de 28,5% em agosto e 29,4% no acumulado de 2008.

Outros setores que apresentaram crescimentos significativos em suas vendas em agosto são as Lojas de Material de Construção (16%), Concessionárias de Veículos (14,3%), Móveis e Decorações (6,3%), Farmácias e Perfumarias (5,9%) e Lojas de Eletrodomésticos e Eletroeletrônicos (2,4%). Com as vendas em queda, aparecem também as Lojas de Departamentos (-8,7%) e os Supermercados (-6,5%).

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG