O Tesouro Nacional suspendeu neste início de tarde, pela segunda vez nesta quarta-feira, os negócios do Tesouro Direto em virtude da forte volatilidade do mercado secundário de taxa de juros. Após a interrupção dos negócios pela manhã, entre aproximadamente 10h e 12h, o Tesouro Nacional voltou a negociar os títulos públicos a pessoas físicas sem intermediação de instituições financeiras.

Mas, em seguida, voltou a interromper os negócios. Às 14h25, o site do Tesouro Direto ainda não tinha um comunicado sobre a interrupção, mas fontes do Tesouro confirmaram ao AE Investimentos esta segunda suspensão. Não há prazo para a volta dos negócios, segundo essa mesma fonte.

Mais cedo, o Tesouro parou de vender títulos prefixados (LTN e NTN-F) e títulos indexados à inflação (NTN-B) já que as taxas de negociação não refletiam as condições do mercado, o que poderia significar perdas para o investidor pessoa física. Medida semelhante ocorreu na última segunda-feira quando a volatilidade do mercado interrompeu os negócios do Tesouro e acionou, por duas vezes, o circuit breaker da Bolsa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.