Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Vendas de veículos nos EUA têm forte queda em julho

As vendas de veículos pelas principais montadoras caíram em julho nos Estados Unidos. A General Motors, que anunciou na manhã de hoje prejuízo excluindo itens extraordinários de US$ 11,21 por ação no segundo trimestre, muito acima do previsto por analistas, registrou queda de 26% em suas vendas, de 315.

Agência Estado |

870 unidades de igual mês do ano passado para 233.340. Os estoques recuaram 21%, para um nível de 747 mil unidades, o menor valor em três anos.

As vendas da Ford caíram 15%, de 188.767 unidades de igual mês do ano passado para 160.990 unidades. Em julho deste ano houve 26 dias de vendas, ao passo que em julho de 2007, apenas 24. As vendas de caminhões e vans recuaram 18%, para 61.680 unidades, enquanto as de utilitários esportivos e picapes cederam 21%, para 44.829. Os executivos da Ford disseram que o ambiente de vendas no mês passado foi o pior desde 1980. Eles afirmaram em entrevista coletiva à imprensa que o principal fator para o futuro é a disponibilidade de crédito.

A japonesa Toyota também registrou queda de vendas em julho, pela terceira vez consecutiva, sinal de que a empresa, que já foi considerada quase imune aos fatores econômicos que vinham prejudicando suas concorrentes, também enfrenta dificuldades. O grupo vendeu 197.424 veículos no mês passado, 12% a menos que as 224.058 unidades de igual mês de 2007. As vendas de carros de passageiros recuaram 0,6%, para 128.099, enquanto que as de utilitários esportivos caíram 26%.

Entre as grandes montadoras, a Honda foi o destaque positivo, tendo registrado uma queda de apenas 1,6% do total de veículos vendidos em julho, para 138.744 unidades. Suas vendas de carros de passeio aumentaram 14%, para 90.943 unidades. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG