Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Vendas de veículos no Japão têm pior dezembro da história

SÃO PAULO - As vendas de veículos no Japão, excluindo miniveículos de 660 cilindradas, registraram em dezembro de 2008 queda de 22% em relação ao mesmo mês de 2007, alcançando o menor patamar já registrado para o período. O resultado fecha um 2008 fraco, quando a demanda caiu ao nível mais baixo em 34 anos.

Valor Online |

Em dezembro, as vendas de carros, caminhões e ônibus novos somaram 183.549 unidades, segundo a Associação de Concessionárias de Autoveículos do Japão (Jada, na sigla em inglês). Todas as marcas sofreram quedas nas vendas, de acordo com a entidade.

Combinada com as vendas de miniveículos - que mostraram queda de 6,7%, para 122.770 unidades - a comercialização de automóveis no Japão caiu 17%, para 306.319 veículos.

"Nunca imaginamos que as vendas cairiam tanto assim", afirmou o diretor da Jada, Takeshi Fushimi. "Esta é uma situação desanimadora", completou ele.

Para todo o ano de 2008, as vendas (excluindo miniveículos) totalizaram 3,21 milhões de unidades, recuo de 6,5% em relação a 2007, o que marca o quinto ano consecutivo de queda.

No mês passado, a Associação dos Fabricantes Automotivos do Japão (Jama, na sigla em inglês) estimou que a demanda por automóveis no país asiático ficará em 4,86 milhões de unidades em 2009. Trata-se da primeira projeção inferior a 5 milhões de unidades em 31 anos.

Leia tudo sobre: japaojapão

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG