Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Vendas de títulos do Tesouro crescem 153%

A crise financeira, que provocou saída de investidores das bolsas do Brasil e do mundo, mantém em alta as captações do Tesouro Direto, o programa de venda de títulos públicos para pessoas físicas na internet. Dados divulgados ontem pela Secretaria do Tesouro Nacional mostram que as vendas de títulos em setembro somaram R$ 114,7 milhões, uma alta de 153,2% sobre setembro do ano passado, quando foram vendidos R$ 45,3 milhões em títulos.

Agência Estado |

Na comparação com agosto, as vendas ficaram estáveis.

Nos últimos três meses, marcados pelo agravamento da crise, as vendas foram bem mais elevadas que a média deste ano. Em julho, foi registrado o pico de colocações do programa no ano, com a venda R$ 183,12 milhões. Com o resultado de setembro, as vendas acumuladas em 2008 chegaram a R$ 958,5 milhões, o melhor resultado desde a criação do programa.

Em setembro, destacaram-se as vendas de papéis prefixados (cuja remuneração é definida na venda) que representou 43,2% do total. Os papéis atrelados ao Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) ficaram em segundo lugar, com participação de 35,4% do total. O valor médio das operações foi de R$ 14 mil.

O total de investidores cadastrados chegou a 133,394 mil em setembro, acumulando alta de 41,5% nos últimos 12 meses. Somente em 2008, foram agregados ao programa 30,401 mil novos investidores. O estoque de títulos em poder dos investidores é de R$ 1,9 bilhão, 41% superior ao verificado em setembro de 2007. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG