Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Vendas de imóveis residenciais novos em SP recuam 5,4% em julho

No ano, a capital paulista acumula 20.182 unidades comercializadas, alta de 22,6% sobre os sete primeiros meses de 2009

Reuters |

As vendas de imóveis residenciais novos na cidade de São Paulo diminuíram 5,4% em julho na comparação com o mês anterior, somando 3.177 unidades, informou nesta quinta-feira o Sindicato da Habitação (Secovi-SP).

A entidade não divulgou dados comparativos com o mesmo mês do ano passado. No ano, a capital paulista acumula 20.182 unidades comercializadas na capital do Estado, alta de 22,6% sobre os sete primeiros meses de 2009.

Os imóveis com dois dormitórios responderam pelo maior volume de vendas no sétimo mês do ano, com 59,7% de participação no total comercializado. Em relação à área útil média, 94,9% das unidades vendidas em julho tinham até 130 metros quadrados.

A velocidade de vendas, medida pela relação de unidades comercializadas sobre oferta disponível, foi de 28,6% em julho.

Já os lançamentos alcançaram 2.582 unidades em julho, o que significa uma queda de 8,8% ante junho.

O segmento de dois dormitórios também liderou os lançamentos do período, representando 67% do total, com valor médio de 122 mil a 162 mil reais nas zonas Leste e Norte de São Paulo.

De janeiro a julho, os lançamentos somam 16.148 imóveis na cidade de São Paulo, expansão de 57,8% em relação a igual período do ano passado.

O Secovi informou também que os lançamentos de empreendimentos comerciais na capital paulista cresceu 14,4% nos sete meses até julho, para 2.140 unidades.

"Se o movimento de lançamentos de comerciais se comportar de modo semelhante ao de 2009 no segundo semestre, o mercado fechará o ano com 3.800 conjuntos de escritórios lançados no município", afirmou a entidade em nota.

 

Leia tudo sobre: NEGOCIOSCONSTRUCAOSECOVIJULHO

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG