Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Vendas de imóveis novos nos EUA sobem 2,7% em setembro

Washington - O ritmo de venda de imóveis novos subiu 2,7% em setembro, para 464 mil unidades anuais, em parte como resultado da queda dos preços em meio à turbulência financeira, informou nesta segunda-feira o Departamento de Comércio americano.

EFE |

Em agosto, o ritmo de vendas tinha caído para 452 mil unidades anuais, nível mais baixo em 17 anos, e a maioria dos analistas tinha calculado que iria a 450 mil unidades em setembro.

O preço médio da casa nova desceu 9,1%, comparado com setembro de 2007 e ficou em torno de US $218, valor mais baixo desde 2004.

Em um ano, as vendas de casas novas caíram 33%.

Outro dado positivo é que diminuiu em setembro o número de casas novas à venda, que foi de 394 mil unidades, o mais baixo desde junho de 2004.

O corte do estoque de 7,3% desde agosto foi o mais notável desde que os registros começaram a serem feitos, em 1963.

De acordo com o ritmo de vendas registrado em setembro, no mercado se calcula se que há casas suficientes para 10,4 meses, comparado com um estoque de 11,4 meses em agosto.

Especialistas consideram que uma provisão de cinco a seis meses representa um mercado estável.

O inesperado aumento das vendas se refletiu na queda dos preços, que seguiu ao aumento das execuções hipotecárias, e que pôs no mercado mais unidades a preços mais acessíveis.

O relatório mostrou que o preço médio do imóvel usado caiu 9% no mês passado.

Porém, o aumento das vendas como resultado dos preços mais baixos poderia ser passageiro, já que os bancos seguem restringindo os empréstimos por temerem que as execuções hipotecárias, que alcançaram números sem precedentes em décadas, derrubem os preços de seus ativos.

Leia mais sobre imóveis

Leia tudo sobre: imóveis

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG