Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Vendas de derivados crescem 3,2% no ano, diz Petrobras

RIO - As vendas de derivados da Petrobras subiram 3,2% entre janeiro e novembro deste ano, na comparação com igual período do ano passado. Para o diretor de Abastecimento da estatal, Paulo Roberto Costa, os números mostram que a crise internacional, até o momento, não afetou o mercado brasileiro.

Valor Online |

De acordo com o executivo, a única variação observada desde outubro foi a oscilação normal que acontece nessa época do ano, com a queda do volume vendido de óleo diesel, em decorrência do final da safra, o que reduz o fluxo de operações de caminhões e tratores.

" Houve apenas o efeito sazonal que se repete. Em termos gerais, até novembro, o mercado de derivados se comporta da mesma maneira que em outros anos " , frisou Costa, que participou de seminário sobre biocombustíveis, realizado no Rio.

O diretor revelou que o novo plano de negócios da companhia deverá ser divulgado no próximo dia 19, quando ocorre reunião do conselho de administração da Petrobras. Costa evitou falar sobre possíveis mudanças em relação aos projetos elencados no planejamento divulgado no ano passado, que engloba investimentos de US$ 112,4 bilhões entre 2008 e 2012.

Questionado sobre possíveis reduções de investimento devido à crise internacional, o executivo preferiu frisar que a turbulência pode ser uma boa oportunidade.

" O momento mais adequado para investimento é o período de crise. Quando todo mundo deixa de investir é que chega a hora de você investir " , afirmou ele.

Entre as obras que o diretor considera difíceis de serem adiadas está o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), atualmente com obras na fase de terraplanagem. Segundo ele, é uma " miopia " achar que o empreendimento poderá ser postergado por causa da crise, uma vez que a entrada em operação da segunda geração só acontecerá em 2013 ou 2014.

" Não se pode imaginar que a recessão vai durar até 2014 " , completou Costa.

(Rafael Rosas | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG