As vendas pendentes de residências nos EUA subiram em setembro inesperadamente para o seu maior nível em quase três anos, mostra pesquisa divulgada ontem. Associação Nacional de Corretores disse que o seu índice de vendas pendentes de casas, baseado nos contratos assinados em setembro, aumentou 6,1 %, a 110,1.

Foi o oitavo mês seguido de alta. Analistas estimavam estabilidade para o indicador, que subira a 103,8 em agosto.

Os gastos com construção nos EUA registraram a maior alta em um ano em setembro, informou o Departamento do Comércio. O resultado foi impulsionado por ritmo recorde em obras públicas e pela maior expansão em mais de seis anos nas construções privadas residenciais.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.