Washington, 26 ago (EFE).- As vendas de casas novas aumentaram 2,4% em julho, mas as correções de números para os meses anteriores, divulgadas hoje pelo Departamento de Comércio americano, mostram um mercado mais fraco do que se calculava.

As vendas de casas novas alcançaram em julho um ritmo anual de 503 mil unidades. A maioria dos analistas esperava um ritmo anual de 521 mil unidades.

O Governo corrigiu em baixa o número de vendas de junho, que passou de 530 mil para 503 mil unidades, o nível mais baixo neste ciclo econômico e o menor desde setembro de 1991.

Em um ano, as vendas de casas novas diminuíram 35,3%.

O estoque de casas à venda caiu de 10,7 meses em junho para 10,1 meses em julho, e o preço médio de vendas caiu 6,3% em um ano, para US$ 230.700.

Outro relatório sobre o setor imobiliário, o Índice Case-Schiller, da firma Standard & Poor's, mostrou que os preços das casas nas 20 maiores áreas metropolitanas caíram 15,9% entre junho de 2007 e junho de 2008. EFE jab/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.