SÃO PAULO - As vendas das lojas Wal-Mart abertas há pelo menos um ano nos Estados Unidos cresceram 5,8% em junho, descontando combustíveis, mais do que o previsto pela própria empresa. Com esse produto, a expansão foi de 6,4%. O avanço foi atribuído às restituições de impostos aos contribuintes pelo governo americano como forma de estimular a economia do país.

A varejista americana registrou fortes resultados em alimentos frescos, entretenimento e saúde e bem-estar. O clima favorável e diversificação ajudaram a orientar as vendas sazonais em brinquedos e vestuário.

A Wal-Mart apresentou em junho vendas totais de US$ 39,939 bilhões, passando os US$ 35,811 bilhões de período semelhante de um ano antes.

Para julho, a projeção é de que a comercialização nos estabelecimentos em funcionamento há pelo menos um ano tenha alta de 2% a 4%, excluindo combustível. A varejista também atualizou sua estimativa de lucro por ação para o segundo trimestre fiscal e espera agora US$ 0,82 a US$ 0,84.

(Juliana Cardoso | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.