Tamanho do texto

SÃO PAULO - As vendas globais da Toyota caíram cerca de 4% em 2008, na comparação com o ano anterior, segundo dados divulgados hoje pela empresa. As vendas da montadora japonesa totalizaram 8,972 milhões de veículos no mundo no ano passado, resultado que foi pressionado principalmente pela queda nos mercados norte-americano, europeu e japonês. Diante de uma crise sem precedentes para o mercado automotivo mundial, a Toyota já anunciou, além das primeiras perdas operacionais de sua história, diversas medidas de cortes de custos, sendo que, na última, decidiu parar suas 12 fábricas japonesas por seis dias em fevereiro e 5 dias em março.

Em dezembro, a empresa tinha divulgado um recuo de 37% na venda de veículos leves nos EUA, ante o mesmo mês do ano anterior.

Para enfrentar a crise, a Toyota também anunciou hoje que Akio Toyoda, 52, neto do fundador da companhia, irá assumir a presidência da empresa. Desta forma, ele sai do posto de vice-presidente executivo e sucede Katsuaki Watanabe, 66.

Toyoda é o primeiro membro da família original no comando da companhia desde 1995. Ele assume o cargo mais importante da empresa tendo que inovar e melhorar os resultados, em meio a uma grande queda na demanda global.

Com o anúncio do rearranjo do controle da Toyota, as ações da companhia tiveram alta de 2,3% no Japão, no pregão de hoje. No acumulado de 2008, os papéis da Toyota sofreram queda de 52%,
(Vanessa Dezem | Valor Online com agências internacionais)