Tamanho do texto

Washington, 14 jul (EFE).- As vendas da General Motors na América do Sul cresceram 17% no segundo trimestre deste ano, quando vendeu a quantidade recorde de 346.

100 veículos na América do Sul, África e Oriente Médio (LAAM, em inglês), disse hoje a montadora.

Por mercados, as vendas da GM aumentaram 36% na África, 17% na América do Sul e 7% no Oriente Médio.

A GM vendeu 52.100 unidades a mais do que a quantidade vendida em LAAM no mesmo período de 2007, expansão de 18%, acima do crescimento global do setor no trimestre, que ficou em 13%.

No primeiro semestre de 2008, as vendas totais da GM na área da LAAM foram de 670.100 unidades, aumento de 19%.

O aumento das vendas permitiu que a fração de mercado da GM durante o segundo trimestre fosse de 17,5%, 0,7 ponto percentual a mais do que no mesmo período do ano passado.

As vendas em Brasil, Chile, Egito e nos mercados do norte da África registraram números trimestrais recordes.

No Egito, as vendas aumentaram 110%. Na Argentina, no Equador e no Oriente Médio a comercialização de veículos teve ótimo desempenho no segundo trimestre.

"Os fortes resultados dos produtos globais da GM em nossos mercados, junto com nossa forte presença industrial local não está permitindo aumentar nosso volume de vendas e a fração de mercado mais rápido do que o setor", disse a presidente da GM LAAM, Maureen Kempston Darkes.

Segundo Darkes, "a forte demanda dos produtos Chevrolet, como Corsa, Celta e Aveo, alimentou o crescimento em toda a região". EFE crd/wr/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.