Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Venda de veículos recua mais de 30% no país

A GM, a Ford, a Chrysler, a Toyota e a Honda tiveram queda de mais de 30% nas vendas em novembro. As vendas da Chrysler tiveram o maior recuo, de 47%, chegando a 85.

Agência Estado |

260 carros e caminhões, o menor volume desde 1994. A GM, maior montadora dos Estados Unidos, recuou 41%. A Toyota anunciou ontem que teve redução de 33,9% em suas vendas, a Ford de 30,6% e a Honda, de 32%.

O fato de as três grandes montadoras estarem à beira da concordata, pedindo ajuda do governo, assustou. "Há menos potenciais compradores que não conseguem fechar o negócio por falta de crédito e mais pessoas que relutam em comprar um bem durável neste momento, com a confiança do consumidor em baixa", disse em relatório Brian A. Johnson, analista do Barclays Capital.

A grande queda nas vendas reforça o pedido de ajuda das montadoras, que apresentaram ontem seus planos de recuperação ao Congresso. De acordo com estimativas de analistas, as vendas da Nissan caíram 35%. A indústria automobilística como um todo deve ter recuo de 35% - a 13.ª seguida, na derrocada mais longa em 17 anos.

As vendas da Ford caíram para 123.222 carros e caminhões, diante de 177.485 um ano antes. A maior queda, de 46%, foi na Volvo, divisão que a Ford pretende vender. A Toyota, que pode ultrapassar a GM este ano e se tornar líder nos EUA, teve vendas de 130.307 veículos, ante 197.189 há um ano.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG