Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Venda de álcool hidratado é a maior desde 1990, divulga Sindicom

Rio, 16 - A venda de combustíveis deve fechar 2008 com um volume recorde de 96.15 bilhões de litros, volume 8,8% maior do que o verificado em 2007.

Agência Estado |

A estimativa é do Sindicato Nacional das Distribuidoras de Combustíveis (Sindicom), que reúne as maiores empresas do Brasil, responsáveis este ano por 79% do mercado. O maior crescimento se deu nas vendas de álcool hidratado: 49,5% para um volume de vendas de 13,11 bilhões de litros. É o maior volume de vendas de etanol desde 1990, auge do Proálcool, quando o mercado consumiu 11,5 bilhões de litros do combustível.

O vice-presidente do Sindicom, Alísio Vaz, avaliou hoje que os efeitos da crise financeiro têm sido verificados apenas em postos de combustíveis próximos às rotas de exportações. Em novembro, houve queda de 3,3% nas vendas de diesel, com relação ao mês anterior, para 3,032 bilhões de litros. O volume de gasolina em novembro se manteve praticamente estável, em 1,55 bilhão de litros.

Já o volume de álcool hidratado cresceu de 599 milhões para 705 milhões de litros. O desempenho das vendas de combustíveis para veículos leves, segundo Vaz, indica que o mercado interno ainda não vêm sentindo fortemente os efeitos da crise.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG