BRASÍLIA - As vendas reais da indústria brasileira caíram 9,9% em novembro perante outubro, pelo critério dessazonalizado. É a maior variação negativa desde março de 2003.

Na série sem ajuste, porém, houve aumento de 13%, informou a Confederação Nacional da Indústria (CNI). Ante novembro de 2007, as vendas reais se contraíram em 7% - a primeira baixa na comparação anual desde dezembro de 2006. Nos 11 primeiros meses do ano passado, porém, houve crescimento de 6,4% perante igual intervalo do calendário anterior.

Em relatório, a CNI diz que " a crise internacional foi decisiva para o recuo " do faturamento industrial em novembro.

Foi determinante para a queda no faturamento a retração nos setores de veículos, metalurgia básica, bens de capital e alimentos e bebidas, cujos setores foram responsáveis por 62% do recuo do indicador.

(Azelma Rodrigues | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.