Índice do IDV mostra que alta será de 7,1% frente a igual mês do ano passado; para o trimestre, tendência é de desaquecimento

O varejo brasileiro está em franco processo de ascensão. Ao menos é o que mostra o Índice Antecedente de Vendas (IAV), divulgado pelo Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV). Em julho, o crescimento foi de 6,8% frente a igual mês do ano passado, marcando o 16º mês seguido de alta no setor. Para agosto, o IDV projeta expansão de 7,1%, na mesma base de comparação, marcando o maior crescimento do ano.

“O pico em agosto é devido a dois fatores: um crescimento regional muito forte no norte e nordeste, e uma melhoria do emprego e da renda”, disse Fernando de Castro, conselheiro do IDV. Segundo ele, os destaques de expansão estão em produtos semiduráveis (como material de informática, vestuário e calçados) e duráveis (como eletrônicos e material de construção).

Castro destaca que há um novo elemento em consideração, que é a disposição das empresas de dar aumentos salariais - além dos dissídios - em um volume maior a seus funcionários. “Com mais dinheiro e mais segurança no emprego, as pessoas tendem a consumir mais”, diz Castro.

Embora espere pico de crescimento em agosto, a tendência para as vendas no varejo nos próximos meses é de desaceleração. O IAV para setembro e outubro projeta crescimento de 5,2% para o setor nos dois meses.

Fernando de Castro diz que o desaquecimento está associado à forte base de comparação, já que setembro e outubro de 2009 registraram crescimentos significativos. “A ordem de crescimento médio no trimestre foi de 7% no ano passado. Achamos que vai perder aproximadamente um ponto percentual entre agosto e outubro”, completou.

Além da expansão das vendas, o varejo também registra, segundo o IDV, uma queda na inadimplência, próxima de 15% no período.

Para este ano, mais de 76% dos associados ao IDV acreditam que o crescimento das vendas dos seus respectivos setores deve igualar ou superar 5% sobre 2009.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.