O valor de mercado da indústria bancária global era de US$ 5,7 trilhões ao fim do terceiro trimestre deste ano, o que representa uma queda de 31,3% em relação ao registrado no fim do ano passado (US$ 8,3 trilhões). Os dados fazem parte do relatório Managing Shareholder Value in Turbulent Times, realizado pelo Boston Consulting Group (BCG).

"A crise eliminou praticamente três anos de crescimento na capitalização do mercado. O valor de mercado da indústria bancária neste momento é próximo ao que era no fim de 2005", disse, em nota, Lars-Uwe Luther, co-autor do estudo.

De acordo com o estudo, nos três primeiros trimestres do ano o retorno total ao acionista com as ações dos bancos (TSR, na sigla em inglês) caiu 34 pontos porcentuais, para -32,5%. Na comparação com 2006, a queda é de cerca de 60 pontos porcentuais.

Nos países conhecidos como Brics (Brasil, Rússia, Índia e China), o TSR entre as instituições financeiras caiu, em média, de 50% em 2007 para -40,6% em 2008.

Os bancos brasileiros apresentaram uma retração um pouco menor. As ações do Banco do Brasil registraram TSR de -21,5%, seguido pelo Unibanco, com -19,1%, e Bradesco, com -17,5%. O Itaú teve TSR de -9,7%. No mesmo período, o Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, apresentou variação de -22,5%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.